Dar cerveja de presente é uma boa ideia? - Parte 01

Atualizado: 16 de Dez de 2019

Se você chegou até este post, deve estar se perguntando (ou talvez tenha perguntando ao Google) se cervejas especiais podem ser um bom presente. A resposta objetiva? Sim, dar cerveja de presente é (quase sempre) uma ótima ideia! Mas claro, eu sou suspeito para falar isso, certo?


Então, para que você não precise acreditar cegamente na opinião (um tanto quanto enviesada, digamos) de um Sommelier de Cervejas, vamos fazer uma série de posts abordando alguns pontos para que você entenda se e quando presentear alguém com cerveja é uma boa ideia. Para começar, seguem alguns bons motivos para você se convencer que a resposta à pergunta do título deste post é um grande SIM!




1. Versatilidade de Valor


“Dar um presente” pode significar coisas diferentes. Podemos estar falando de uma lembrancinha para um/uma colega de trabalho que você tem pouca intimidade, ou um presente de peso para alguém que você goste muito. A primeira coisa bacana sobre dar cerveja de presente é que você pode escolher gastar pouco ou muito, e sempre deixar o presenteado feliz.


Se o objetivo for um presente mais modesto, existem cervejas boas e diferentes (afinal, ninguém quer dar presentes batidos e óbvios) por preços bem acessíveis. Você quase sempre vai encontrar marcas em promoção na loja online, mas também existem as tradicionais boas, bonitas e baratas, que estão sempre disponíveis e são presentes seguros.


Mas se a ideia é perder o amor ao dinheiro para fazer o presentado dar pulos de felicidade, o mundo da cerveja dá ótimos motivos para que você resolva investir. Como acontece com os vinhos, existem aquelas cervejas mais raras e de qualidade superior, que custam caro e podem fazer a pessoa presenteada marejar os olhos.


Cervejas ácidas ou envelhecidas em barril são ótimos exemplos de um produto realmente especial (e que valem cada centavo para quem aprecia). Para muito além disso, você pode montar kits com mais de um rótulo e/ou incluindo acessórios, como copos, abridores, quadros e etc. Mas cuidado: cervejas caras não são necessariamente excelentes. Assim como em qualquer outro tipo de produto, você pode estar pagando pela importação, exclusividade ou preço dos ingredientes, o que por si só não garante qualidade.


Um outro ponto importante a se tomar cuidado é adequar o tipo da cerveja ao gosto do presenteado. Como pode acontecer com qualquer outro produto, gastar muito não garante que a pessoa amada irá entender o valor do presente.


Cervejas que passam 2 a 3 anos envelhecendo para chegar no seu auge só serão realmente apreciadas por pessoas que tenham alguma experiência e conhecimento do mundo das cervejas especiais. Aquele seu tio que jura amar cerveja mais do que os próprios filhos, mas que toma apenas a mesma marca desde antes de você nascer, não é exatamente o público certo para você agraciar com uma especialidade belga, por exemplo. Em um caso como esse, talvez o melhor caminho seja mesmo os acessórios, ou cervejas mais leves e parecidas com as marcas tradicionais.


Por todos os detalhes que permeiam o valor de uma cerveja (ou de um kit), a escolha pode não ser a tarefa mais simples para a pessoa que quer dar o presente. Para não errar na escolha e encontrar um equilíbrio entre o valor que se quer gastar e o público que se quer agradar, o auxílio de uma pessoa especializada no assunto é bastante importante. Ou, também, a consulta a um material de apoio pode se um ótimo auxiliar, e é por isso que estamos aqui compartilhando estas informações.


Achou estas dicas úteis? Então você pode ler o próximo post, onde discutiremos a versatilidade de estilos de cerveja especiais, o que a torna um presente capaz de agradar os mais variados paladares.

CONTATO

©2020 by BeerCode

Gebrau Comercio de Bebidas e Acessórios Ltda. | CNPJ 16.371.123/0002-50